Resenha: A canção de Annie – Catherine Anderson

A canção de Annie é um romance de época que nos prende do início ao fim. É uma história envolvente que começa de uma maneira trágica, mas que vai se desenrolando de forma doce e até mesmo divertida.  Alex Montgomery casa-se com Annie ao descobrir que ela foi violentada por seu irmão. Por consequência dessa violência fica grávida. Alex promete cuidar do filho de Annie,  mas o que ela não esperava era se apaixonar e se encantar por ela.
Ele faz de tudo para entender quais foram os motivos que fizeram Annie ser do jeito que é e descobre que ela não tem nenhuma deficiência mental, como quiseram fazer acreditar os seus pais. Annie sofre de surdez em consequência de uma forte febre que teve aos seis anos de idade.  A partir dessa descoberta, Alex não mede esforços para compreender e ajudar Annie a ter uma vida melhor e até mesmo resgatar o respeito e dignidade que lhe foi tirada por sempre a tratarem como uma pessoa mentalmente incapaz .
A história tem momentos hilários que nos arrancam risadas, mas tem seus momentos de reflexão que nos deixam uma linda lição de vida. Recomendo muito a leitura. A canção de Annie é um daqueles livros que nos deixam com gostinho de quero mais quando termina.